JIU-JITSU FÓRUM & M.M.A

Entrevista com Antonio Pezão ( sobre U.F.C 160 )

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Entrevista com Antonio Pezão ( sobre U.F.C 160 )

Mensagem por MARCELO CORAÇÃO VALENTE em Sex 15 Fev 2013, 12:30 pm

Pezão garante ter aprendido com erro contra Velasquez e promete cinturão

Antônio “Pezão” Silva terá no dia 25 de maio, em Las Vegas, a chance de trazer o cinturão dos pesados do UFC de volta a mãos brasileiras: ele encara Cain Velasquez em revanche marcada para o UFC 160. Em entrevista exclusiva ao PVT, Pezão comemorou a oportunidade dada após nocaute sobre o favorito Alistair Overeem, diz ter aprendido com erro na primeira luta contra o campeão, e vibrou com os novos fãs conquistados com a impressionante vitória sobre o holandês.

“Na minha primeira luta contra Velasquez, cometi o erro de chutar sem boxear, e ele aproveitou. Hoje escuto mais meu córner, e o resultados foram as vitórias sobre Browne e Overeem. Muitos falaram que não torciam por mim, mas que viraram meus fãs depois do nocaute sobre o Overeem. Será mais energia positiva para eu trazer o cinturão para o Brasil”, comemorou Pezão.

Confira abaixo a entrevista completa.

Como recebeu a notícia de que lutaria pelo cinturão? Espera essa revanche contra Cain Velasquez agora?

Foi uma notícia que me deixou muito feliz, leve. É o fruto do trabalho. Depois da luta contra Overeem fiquei com esperança. Eu via que os mais próximos da disputa eram o Minotauro e o Werdum, só que eles só lutam em junho. O Velasquez ia ficar muito tempo parado, e ele é um cara que não escolhe adversário. O UFC então entrou em contato com um dos meus empresários, o Dan Lambert (o outro é Alex Davis), e fiquei aguardando. A luta foi marcada para maio, e vou lá para trazer o cinturão de volta para o Brasil.

O fato de tê-lo enfrentado recentemente facilita o desenvolvimento da estratégia, não é?

Com certeza. Fizemos o camp para ele na primeira luta, e tínhamos uma boa estratégia, que acabei não seguindo. Ali no começo fiz o contrário do que treinei, e o Velasquez aproveitou.

Está falando daquele chute, que fez Velasquez agarrar sua perna no início da luta, quedar, e abrir um corte em você com uma cotovelada...

Isso mesmo. Meu treinador de muay thai, o Katel Kubis, sempre me disse que não pode chutar direto, tem que boxear antes. E foi o que a gente treinou. Treinei muito com o Mark Hunt e ele, um cara do K-1, disse que minha perna estava muito pesada, que eu estava chutando muito forte, que eu podia acreditar no meu chute. Mas meu erro foi chutar sem usar as mãos, e paguei por isso. Às vezes uma derrota como essa serve para você pensar, rever coisas. Me fez escutar mais meus treinadores. Nas últimas duas lutas, contra Browne e Overeem, fiz exatamente o que pediram, e as vitórias vieram. Tive que errar para acertar.

E para evitar as quedas, com quem fará a preparação?

Tenho dois excelentes wrestlers aqui, um deles é o Steve Mocco, que já participou de duas Olimpíadas e conhece bem o Velasquez, já o venceu no wrestling universitário. Agora é concentrar no wrestling e chegar 100%.

Mas você considera a possibilidade de ser quedado, não? Com que fará os treinos de jiu-jitsu?

Velasquez é muito bom wrestler, nunca posso dizer que ele não vai me colocar para baixo. Vou treinar para tentar anular esse jogo, mas tenho que estar pronto para lutar no chão, ter atenção com as cotoveladas. O Roan Jucão vem aqui me ajudar com o jiu-jitsu, chamei o Glover Teixeira também. Glover, aliás, que é o cara mais completo da meio-pesado. Vou pegar dois caras bons em cada modalidade para chegar bem preparado.

Onde fará a preparação para a luta? Vem para o Brasil?

Vou fazer três semanas na Team Nogueira, aproveitar o jiu-jitsu do Minotauro, do Minotouro, o boxe do pessoal da Bahia, como Luiz Dórea, Edelson. As outras quatro semanas vou para os EUA treinar o wrestling. Vou pegar o melhor de cada país, de cada equipe.

É melhor enfrentar Velasquez do que seu amigo Cigano, já que contra o americano não há esse fator amizade envolvido?

Jamais ia querer que um amigo perdesse, preferia até esperar para lutar mais para frente. Cigano é uma pessoa maravilhosa, excelente profissional, competente, um cara brincalhão, que todo mundo gosta. Infelizmente ele perdeu, mas vou atrás do Velasquez, e o importante é trazer esse cinturão de volta para o Brasil.

Por Cain ter vencido você e Cigano, acha que você chega com sede de vingança para essa luta?

Não, sem vingança ou rivalidade. Quando a gente leva a emoção para dentro do cage, a gente se perde, comete erros. Luto pela minha família e pelos meus sonhos, não vou levar esse sentimento de vingança para a luta.

Mas contra Overeem, você foi “mordido” e conseguiu a vitória...

É diferente, e não é bom ir com esse sentimento. No caso do Velasquez, ele é profissional, carismático, tem muitos fãs nos EUA, no Brasil, em todo o mundo. É diferente do Overeem, que me desrespeitou.

Vencendo o Velasquez, será um feito com mais peso do que a vitória sobre Fedor Emelianenko, ou será igual?

Toda luta para mim é a luta da minha vida, mas essa tem gostinho especial, vale cinturão do UFC, o sonho de todo lutador. Fedor é lenda, passou 10 anos como número um, e só tinha perdido para o Werdum. São emoções diferentes, ambas especiais.

Como é receber o carinho os fãs, saber que sua vitória foi muito comemorada pelos brasileiros, e ver muitos torcedores mudando de ideia em relação a você?

É muito bom, na maioria das vezes entro como azarão, e serei azarão de novo contra Velasquez (risos). Mas aí a gente vai lá, mostra que o impossível não existe, faz um bom trabalho. O mais gostoso é ver pessoas que torciam para o Overeem me mandando mensagem ou falando comigo na rua que torceram para o cara, mas que agora viraram meus fãs, que acreditam em mim. É muito bom ter esse carinho. Os críticos sempre existirão, é normal. Mas estou feliz por ter conquistado esses fãs, será mais energia positiva, e espero recompensar todos com uma vitória. Dia 25 de maio vou honrar meu país e lutar por esse cinturão.


Fonte: http://www.portaldovt.com.br/br/index.php

MARCELO CORAÇÃO VALENTE
ADMINISTRADOR DO FÓRUM
ADMINISTRADOR DO FÓRUM

Mensagens : 582
Reputação : 26
Data de inscrição : 23/06/2012
Idade : 42
Localização : Hospício

Ver perfil do usuário http://www.jiu-jitsuforumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrevista com Antonio Pezão ( sobre U.F.C 160 )

Mensagem por Eduardo Machado em Sex 15 Fev 2013, 11:40 pm

Show . torço muito por ele !!! Boa sorte

Eduardo Machado
Membros Admiradores das Artes Marciais Mistas.
Membros Admiradores das Artes Marciais Mistas.

Mensagens : 17
Reputação : 4
Data de inscrição : 27/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum