JIU-JITSU FÓRUM & M.M.A

O mundo do MMA gosta de bater, mas não sabe – e precisa aprender – a apanhar

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O mundo do MMA gosta de bater, mas não sabe – e precisa aprender – a apanhar

Mensagem por MARCELO CORAÇÃO VALENTE em Sex 29 Jun 2012, 11:05 am

O furo mundial de Diego Ribas, do R7, que revelou os nomes dos finalistas do The Ultimate Fighter Brasil, rende, como esperávamos, ua avalanche de elogios de todos os cantos do Brasil e do mundo.



Mas como nada no mundo é só lucidez, em meio ao barulho do reconhecimento foi possível reconhecer também, embora em ruído baixo, um chororô aqui e ali.



Conversei sobre o assunto na manhã desta quarta-feira (28) com Denis Freire Barbosa de Almeida, meu confrade editor de esportes do R7.



Além de cristalino e didático, como vocês poderão ver, a avaliação de Denis reflete fielmente o que esta coluna pensa sobre o assunto.



Tão fielmente que pedi para que ele colocasse seu pensamento em um texto, que, com sua gentil autorização, reproduzo abaixo:




Na última segunda-feira (26) o R7 publicou com exclusividade os nomes dos quatro finalistas do TUF (The Ultimate Fighter Brasil), o reality de MMA da TV Globo, que irá até junho.



Tão logo a notícia foi ao ar, começou uma avalanche de críticas e ameaças ao repórter Diego Ribas. Por quê? Por ele ter feito seu trabalho de apuração, que exigiu mais de 50 ligações telefônicas e culminou no maior furo jornalístico do MMA no Brasil.



Nos Estados Unidos, apenas um veículo de comunicação conseguiu tal feito: o portal Sherdog, o mais conceituado e respeitado no mundo do MMA que, aliás, está proibido de entrar nos eventos do UFC desde então.



O presidente do UFC, Dana White, por meio da assessoria de imprensa, divulgou uma nota de repúdio sobre o furo jornalístico do R7.



- Não se pode confiar na validade de uma informação que vem de uma emissora concorrente. Eu me pergunto qual seria a verdadeira motivação deste veículo. Tentar descobrir quem são os vencedores é jogo baixo e não irá ferir o UFC, a série, ou a Globo – mas sim os jovens lutadores que estão competindo por um contrato com o UFC.



Jogo baixo? Jogo baixo é não permitir a entrada de jornalistas que simplesmente fazem seu trabalho bem feito nos eventos organizados pelo UFC. Não sei nos EUA, mas aqui no Brasil isso se chama censura. Se os nomes vazaram é porque a produção do programa é falha.



Os argumentos de que a publicação da matéria denigre o esporte só comprovam o quanto o meio do MMA ainda é amador. Ainda mais quando o assunto é cobertura jornalística de verdade, sem ser chapa-branca.



Notícia é notícia. E tem de ser publicada quando há interesse público. É comum o vazamento de finais de novelas, de nomes dos participantes de realities, entre outros fatos relevantes ao público.



No universo das artes marciais, descobrir os pontos fracos e treinar para saná-los é fundamental na formação de um campeão. Sem humildade, um lutador não se mantém por muito tempo no topo. Ficou mais que comprovado: o UFC só quer sabe de bater, mas não sabe apanhar.

MARCELO CORAÇÃO VALENTE
ADMINISTRADOR DO FÓRUM
ADMINISTRADOR DO FÓRUM

Mensagens : 582
Reputação : 26
Data de inscrição : 23/06/2012
Idade : 42
Localização : Hospício

Ver perfil do usuário http://www.jiu-jitsuforumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum